A Grande DIVA Do Humanismo

Com 43 anos de “calçada” a história da nossa Diva começa no musical Mimosa, no teatro Brigite Blair (anos 80); viajou para a Europa e trabalhou em vários cabarés, Com nacionalidade italiana, Luana fala e lê seis idiomas, a grande personalidade humanista Luana Muniz, moradora da Lapa, Travesti, profissional do sexo, Presidente da Associação Agenttes a Associação dos Profissionais do Sexo do Gênero Travesti, Transexuais e Transformistas do Rio de Janeiro que recebe verba até das atrizes da Rede Globo com mais de 100 associados onde engloba mais de 100 travestis com atuação na região da Lapa.

Com vários títulos como Rainha da Lapa, Mãe Luana, é considerada como versão contemporânea da Madame Satã, é capaz de “ir à missa de dia, ajudar mendigos na hora do almoço, e também dar lição em abusados de tarde e bater ponto à noite”. tem imóveis na Lapa, onde aluga vagas para cerca de 20 “meninas”. Usando seus dotes de atriz, circula em qualquer meio social e político. Luana também capricha “em perder a classe” sempre quando “necessário”.

Líder das meninas da Lapa, Luana fundou a Agentte, Foi uma das fundadoras do projeto Damas, da prefeitura, que ajuda a capacitar profissionalmente transexual e travestis onde participou da primeira turma do projeto Damas e da ativação do Projeto Travesti e Cidadania (CIEDS).

Luana criou um abaixo assinado para combater a violência na Lapa carioca onde teve assinatura e o apoio da Cantora Alcione, apoia a ONG Água Viva e desenvolve trabalhos comunitários com pessoas vivendo com HIV/Aids e que se encontram em risco social. Sua participação como interlocutora entre comunidade trans e sociedade tem sido de extrema importância para que projetos de cidadania e prevenção tenham obtido sucesso.

Como uma boa Diva foi personagem de muitos filmes e teve ensaio fotográfico exposto em Nova Iorque foi fotografada pelo carioca Pedro Stephan é um fotógrafo que Milita há anos pela causa gay “Luana Muniz, a rainha da Lapa” essa exposição fez parte do FotoRio 2009 mais importante evento de fotografia contemporânea brasileira, e um dos grandes eventos de foto do mundo, ali os maiores nomes da foto brasileira e internacional expõem suas obras. Foi exposto na Itália, Portugal.

Os badalados grafiteiros Marcelo Eco e Marcelo Ment fizeram uma grande homenagem para nossa Diva tendo sua imagem grafitada no bairro da Lapa.

Também teve sua participação onde apareceu no programa da TV Globo ‘Profissão Repórter’, dando um corretivo em um possível cliente, ela tentando mostra que a travesti não se faz de palhaça ganhando um bordão que cai na boca do povo como “travesti não é Bagunça”.

O mais recente episódio narrado pelo conhecido padre-cantor Fábio de Melo gerou um grande debate na internet envolvendo nossa Diva. Ele contou durante a pregação no evento Hosana 2015, da Canção Nova, em São Paulo, como foi seu encontro com a travesti Luana Muniz. Para o padre, segundo suas próprias palavras, o encontro foi uma confrontação com sua hipocrisia e preconceito. “Que coisa horrorosa isso em nós… Como se eu fosse melhor. Isso é mesquinho, é vergonhoso”, disse ele em frente aos milhares de fiéis que estavam no evento e ouviram o testemunho. Começou a fazer um desafio aos presentes, ecoando o relato dos evangelhos da parábola do Bom Samaritano. “Aquele que você enxerga e que, naturalmente, provoca um desconforto por ser tão diferente de nós. Não sabemos quantas coroas da dignidade foram recolocadas por aquela pessoa…. Eu sou padre e nem sempre tenho disposição de recolher quem precisa. Você é cristão e nem sempre está disposto que ele tem de cuidar de quem está doente, colocar dentro da sua casa… alimentar e amar quem precisa ser amado ”.

Crítica aos religiosos

Em seu discurso, Fábio de Melo criticou alguns religiosos que utilizam a fé com fins inescrupulosos. “Também tenho vergonha de muitos que se dizem religiosos. Ser religiosos não é garantia de nada (…) Eu não dispenso a ajuda dos ateus humanistas que, com seus discursos e suas reflexões, me ajudam a manter a coroa de glória na cabeça dos meus fieis. Não importa se não falam de Deus. De Deus falo eu. Mas eu preciso de gente que fale de gente; de gente que se indigne”, desabafou o padre.

Já Luana – a travesti da foto – afirma que a experiência foi emocionante para ambos. “Ele pegou na minha mão e pediu meu contato para poder ajudar no meu projeto do Natal das crianças carentes aqui da Lapa. Sei que Fábio comprou uma briga com essa foto, mas também é atitude que dá visibilidade à causa LGBT”, declarou. E não comentou sobre o tratamento do padre.

Brenda Lee um Grande exemplo de Humanista

Brenda Lee, Se Viva Fosse, Completaria 62 Anos Este Ano: Novas Notas Sobre Ela e Outros Verdadeiros Heróis da Comunidade LGBT Brasileira, ao trabalho solidário que realizou junto à comunidade trans e aos portadores do HIV nos anos 80 do século passado, prestava um trabalho de acolhimento às travestis, segundo os relatos até agora obtidos, desde 1980. Inclusive àquelas mais jovens, expulsas de seus lares por conta da violência e intolerância familiar. Há relatos de jovens com idades entre 14 e 17 anos de idade. aproximadamente 1984 – a Casa de Brenda Lee (ou Palácio das Princesas), teve agigantada a demanda por cuidados, vinda de doentes do HIV. Em 1985 é organizada juridicamente a Casa de Apoio Brenda Lee como uma associação de direito civil sem fins lucrativos. É a segunda ONG-Aids.

Casa de Apoio Brenda Lee

Fone: (11) 3112-1384    Cel:  (11) 99175-6909

E-mail: casabrendalee@gmail.com

Ano de fundação: 1987    Ano registro:1992

População Prioritária

Se tiver uma dúvida específica sobre o mundo trans, aqui é um bom lugar para buscar informação. Me escreva!

Um beijo,

Lindsay Lohanne

Não sou apenas uma Boneca, sou o diferencial entre as que existem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s