Silvio Santos faz Inclusão Social das Trans em seu Auditório Feminino

Apresentador Silvio Santos

O SBT já era conhecido como a segunda maior emissora do país, tornando se uma combinação de programação universal, diferenciada e dirigida a todas as classes sociais independe de raça ou orientação sexual ou religiosidade, tendo um publico diversificado em toda sua programação diária. Quando acendem as luzes o Senhor Abravanel sai de cena e quem entra no palco é o artista Silvio Santos. Um encanto pessoal que ilumina e sua autoconfiança foram conquistados através com experiências. Suas primeiras apresentações em público foram no circo em que trabalhava como animador em São Paulo, além de ter a função de distrair a plateia, que esperava pelos artistas atrasados, ele tinha a missão de tirar o sorriso do rosto das pessoas, Com o espaço conquistado dentro da telinha, Nos anos 70 Silvio lançou uma atração chamada “Programa Show de Calouros”.

Shows de Calouros na década de 80

  Foi um programa de auditório da televisão brasileira apresentado por Silvio Santos por mais de 23 anos seguidos entre 1973 e 1996, tornando-se uma das atrações mais importantes do Programa Silvio Santos. Com jurados famosos, estavam Elke Maravilha, Pedro de Lara, Aracy de Almeida, Décio Piccinini, Sônia Lima, Flor, Sergio Mallandro, Condessa Giovanna (Mama Bruschetta Atualmente), Sonia Abrão, Jorge Lafond e tantos outros e pessoas do auditório e telespectadores presença das figuras como o locutor Lombardi e o produtor Roque.

Já Final dos anos 80 para aos anos 90, Sendo primeiro programa da televisão que abriu espaço no seu programa para grandes Artista de Performances dos Show dos Transformistas, Drag Quens e Transexuais da época  como Marcinha do Corinto,  Rosana Star, Roberta Lerrú, Pamela Costa, Sandra Pfeifer, Erick Barreto, Diana Finsk, Laura de Vison, Léticia Doumont ,Leo Aquila e outras grandes estrelas que brilharam. Durante todos estes ano, muitos momentos ficaram marcados para sempre na história de TV brasileira. 

Em  2013 voltou o concurso de artistas transformistas profissionais, que poderão se apresentar no palco do programa dublando, cantando, desfilando ou dançando. Mostrando seu SHOW. O transformista poderá montar uma apresentação de no máximo 10 minutos com dançarinos, figurantes e toda a estrutura adequado ao show de sua escolha. O valor do prêmio final será de R$100.000,00 em barras de ouro.  Ganha o prêmio em dinheiro o transformista escolhido como o melhor pelo auditório do programa e jurados. No primeiro quadro do “revival”, participaram Talessa Top, Renata Finsk e a estilista Michelly X. O trio disputou a predileção da platéia após dublarem uma música e desfilarem a pedido do apresentador.

 

Silvio santo sempre causando emoções nas pessoas, necessidades e desejos transformaram-se num produto de massa, com uma forte influência na mídia, seus programas contém uma característica popular muito comum que a utilização de muitas cores, que acabam formando uma imagem carregada, criando um contraste com a sua própria imagem. As pessoas ambicionam o que ele lhes proporciona. Sempre mantendo uma postura séria, com terno e gravata, cores muitas sóbrias os cabelo sempre bem penteados, muito discreto, mas ao mesmo tempo muito comediante, sendo seu público a classes mais baixas ele acaba se sobressaindo diante deles como uma autoridade, um exemplo de empreendedor que durante toda a sua trajetória sempre transformou acontecimentos ou situações em oportunidades. Em exemplos como este, nos mostra que o empreendedor é aquele que aproveita as oportunidades, fazendo acontecer, sem ter necessariamente grande quantia em dinheiro, mas sim sendo criativo, lançando a ideia e esbanjando vontade de vencer. As buscas de informações levaram-no a essas oportunidades. A iniciativa e a confiança possibilitou a realização de seus sonhos e hoje é visto como possibilitador na realização dos sonhos das pessoas. Em se tratando de Silvio Santos é difícil apontar uma característica que mais o marca como empreendedor, pois o mesmo possui todas e consegue mesclá-las com muita eficiência, mas sem dúvida uma se destaca a “criatividade como o diferencial para o sucesso”, tem que ser muito criativo para começar com apenas uma moeda no bolso e se tornar um dos homens mais ricos do país.

2013 Eliana comandou o Concurso de Bate-Cabelo. A apresentadora recebeu Robytt Moon, a drag queen que é rainha do bate-cabelo, para falar sobre o concurso que premiou a vencedora com mil reais e um kit peruca by Zezinho.

A programação do SBT sempre foi aberta ao publico da diversidade, com apresentações e Shows de Performances Trangêneros e entrevistas com personalidades do meio LGBT. Em 2004, no reality Casa dos Artistas 4, Bianca Soares foi a polêmica primeira travesti a participar como mulher no programa. Esse pioneirismo trouxe reações inesperadas e, enquanto uma cena de beijo da artista em outro participante era censurada, havia rumores de que os patrocinadores exigiam a sua saída. Na primeira semana, movida por algumas confusões, Bianca foi eliminada com 75% dos votos sem dizer que era travesti aos participantes. Três semanas depois, ela volta a convite de Silvio, conta a novidade e movimenta a edição.

Num comparativo com o BBB 11 da Rede Globo, que colocou a primeira transexual participando do reality, Ariadna Arantes, sobre as especulações que sondavam um ano antes, desde o BBB 10, onde se diziam que travestis ou transexuais poderiam entrar no reality, Boninho negou dizendo: “É tudo bobagem”. Ariadna teve uma participação relâmpago pelo fato de ter entrado como mulher, sendo que na verdade era uma transexual, causando um burburinho no BBB 11. Além disso pelo fato de ter sido garota de programa, suas atitudes e comportamento dentro da casa, quem garante que o mesmo que aconteceu com Bianca Soares na Casa do Artista não tenha acontecido com a ex BBB e transexual? Quem sabe se os patrocinadores não pressionaram para que ela saísse para não ter que associar a sua marca com uma Transexual?

Atualmente o pioneirismo do Silvio Santo não mudou sempre inovando sendo um visionário observando tudo, sempre diversificando sua programação ele é quem bate o martelo, decidiu agora abrir espaço no seu auditório que ha anos só tinha mulheres, sempre falando que era maior auditório feminino sua colega de trabalhos, abrir para meio trans abrindo mais o leque da diversidade em sua intocada e sublime plateia. o todo-poderoso do SBT, pediu que o assistente de palco Liminha consiga mais travestis e transexuais para a plateia dos programas da emissora.

próprio Liminha confirmou essa informação. O comunicador só teria exigido que todas fossem bonitas, é claro, que estivessem bem trajadas como mulher e sem perfume pelo fato de ter uma alergia a cheiro forte de perfumes. O apresentador não quer nenhum tipo de discriminação nos corredores de sua emissora e está tentando dar um exemplo de inclusão na televisão brasileira. Participar do auditório do Programa Silvio Santos, o mais concorrido do SBT, não é tão simples como parece. As transexuais foram uma demanda das cerca de 120 caravanistas que alimentam o SBT de “colegas de trabalho”. “Os bairros têm bastante trans e aí elas falam com a caravanista do bairro e pedem para vir ao programa”, diz o assistente Roque. As trans, no entanto, têm uma cota ainda bem pequena de lugares. “Toda semana são só dois transexuais. Porque se começar a colocar demais elas entram e as mulheres ficam de fora”, justifica. Os interessados devem ligar no SBT no telefone (11)3687-3000 e pedir para falar com o departamento de plateias, chefiado por Gonçalo Roque, fiel assistente de Silvio, que inscreverá as pessoas para as próximas caravanas. Outro caminho é conhecer alguma caravanista, profissional que recebe um chacê do SBT para lotar ônibus com mulheres. O auditório do programa tem 200 lugares.

Rei insubstituível da televisão brasileira, mostra mais uma vez, que é um homem sem preconceitos e de mente aberta, mesmo muitas pessoas achando que Silvio quer tirar proveito desse feito para ganhar ibope, ele quer que o meio trans seja visto com inclusão junto as suas colegas de trabalho. A maior demonstração de inclusão no meio da televisão para uma classe esquecida ou que é esculachada por programas de televisão, que costumam usar a imagem das trans para diversão alheia, “tiração de sarro” ou trollagem, como exemplo no programa Pânico na TV, atualmente na TV Bandeirantes.

Prova viva disso é sempre estarem chamando transexuais, ou travestis, como Ariadna ex-BBB, Thalita Zampirolli, que prestam suas imagens a para fazer papel ridículo nas trollagens que intensificam a imagem de que uma transexual ou travesti serve só pra diversão alheia. Fora outros programas transfóbicos, com repórteres e apresentadores como no jornalístico Cidade Alerta, o Marcelo Rezende, que adora desmerecer e diminuir a classe Trans. Silvio brinca tanto com as trans assim como brinca com as colegas de trabalhos e as vezes pega pesado geral.

Silvio Santos vai por outro caminho, ele mostra que todos têm seu espaço sem exclusão, com respeito. É o SBT saindo na frente, sendo uma televisão sem nenhum preconceito da diversidade, lugar onde sempre divertiu a família brasileira com suas brincadeiras e seu grande senso de humor.

 

É ou não é, o SBT a TV mais feliz do Brasil?

 

Se tiver uma dúvida específica sobre o mundo trans, aqui é um bom lugar para buscar informação. Me escreva!

 

Um beijo,

Lindsay Lohanne

Não sou apenas uma Boneca, Sou mais que uma Boneca, sou o diferencial entre as que existem!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s