Mulher Transexual

Mulher transexual, mulher trans, transmulher ou uma transexual MtF (do inglês Male to Female, que significa “de homem para mulher”), significa que uma pessoa se identifica como sendo do sexo e gênero femininos, embora tenha sido geneticamente designada no nascimento como pertencente ao sexo masculino.

Uma mulher transexual reivindica o reconhecimento social e legal como mulher. Adotam nome social, aparência, comportamentos e vestimentas femininas e querem (e precisam) ser tratadas como quaisquer outras mulheres. Assim como qualquer mulher cisgênero, que pode também se sentir lésbicas, bissexuais, assexuais ou heterossexuais, já que identidade de gênero e orientação sexual são coisas distintas.

O tratamento de mulheres transexuais é feito com o uso de hormônios femininos e anti-andrógenos.  Há ainda, as cirurgias de feminilização facial (retirar traços masculinos), aumento de seios e glúteos (próteses de redesignação sexual), a fim de se sentirem mais confortáveis psicologicamente e emocionalmente para viver.

Gente ninguém vai virar mulher fazendo vaginoplastia. Eu não quero vender uma mentira dessa”  – Lea T

Lea T - modelo

Lea T – modelo

Ninguém vira mulher com um toque mágico da fada madrinha. A pessoa já tem alma e mente de mulher, mas procura a Redesignação Sexual (CRS) – nome dado para os procedimentos cirúrgicos que alteram a aparência física e as características sexuais de uma pessoa, mudando para características do sexo oposto.

O tratamento do transtorno de identidade para transexuais e transgêneros, é composto dos seguintes procedimentos: cirurgia de redesignação de gênero, cirurgia de reconstrução sexual, cirurgia de reconstrução genital, cirurgia de confirmação de gênero e mais recentemente cirurgia de afirmação de sexo.

Para as mulheres transexuais buscam essencialmente a reconstrução dos genitais. Embora esses procedimentos possam ocorrer, algumas mulheres transexuais decidem não se submeter à cirurgia dos genitais, por se sentirem bem com corpo que tem.

Vaginoplastia – cirurgia feita em mulheres que nasceram sem a abertura do canal vaginal (agênese vaginal), que ocorre em um a cada 5.000 — 7.000 nascimentos de bebês do sexo feminino. O intuito é criar um canal vaginal que tenha aparência e funções sexuais de uma vagina biológica. Essa cirurgia pode ser realizada quando a paciente apresenta restrição nos seguintes pontos: rejuvenescimento vaginal, (devido à idade ou após partos), mulheres que têm perda de urina, pacientes com lábios vaginais grandes, entre outros.

Pouco se fala sobre esse procedimento, mas ele é mais simples do que se imagina, no entanto antes da decisão é necessário conversar com o seu ginecologista e avaliar muito bem a necessidade da intervenção. Não é um procedimento cirúrgico e sim ambulatorial, que dura em média uma hora. A paciente vai para casa em seguida e, em dois ou três dias, já pode voltar ao trabalho. É necessário esperar de 35 a 40 dias para ter relações sexuais.

Caso raro – médicos britânicos identificaram na paciente Jacqui Beck, 17 anos, uma síndrome rara. Ela nasceu sem vagina e útero, tendo somente os óvulos e ela nunca menstruou. Passará por uma vaginoplastia para reconstituição do canal vaginal, que é bem curto, mas ela nunca poderá engravidar. Isso é exemplo claro de que não importa como você nasce, tudo pode ser modificado. Mas desde que, você sinta realmente que essa mudança será sua felicidade extrema.


A transexualidade não é uma mera ilusão vendida na esquina
, e sim uma convicção que a pessoa traz consigo, de ter a forma que sente que é. Não se deixando iludir por contos de fadas, para viver numa sociedade normativa que “homem tem pênis” e “mulher tem vagina”.“Eu fui muito iludida minha vida inteira. Você quando faz à cirurgia você agradou a sociedade” – Lea T.

Mulher transexual - Lea T- 2Na Alemanha, Austrália e Índia, a Suprema Corte reconhece o Terceiro Sexo ou Gênero Neutro (indivíduos que não são considerados nem homens nem mulheres). Nasce então uma outra categoria social presente naquelas sociedades, que reconhecem três ou mais gêneros.

Todas que de fato são Mulheres Trans, não se preocupam se vão ser aceitas como mulher pela sociedade, mas sim, buscam viver como mulher. Não fazem para agradar parentes, família, homens ou sociedade em geral. Fazem para ter realização e firmeza de que a felicidade plena está mesmo em sentir-se em um corpo que quer ser de verdade.o

 “As pessoas me vendiam algo que não era real” – Lea T.

Mulher transexual - Lea T- 3Dentro de todas transexuais habitam muitos medos: da ignorância, do sofrimento, do desemprego, do preconceito da família. Sendo uma mulher trans ou um homem trans, não há como esconder sua condição. Vivemos num estado que a visibilidade é compulsória e o armário não nos comporta mais.

O simples fato de existirmos denuncia que outras sexualidades são possíveis e nos tornamos um objeto de estudo, observação e dissecação. Infelizmente, a transgeneridade é um dos aspectos da existência que reduz as pessoas a um rótulo ou um sentimento produzido por uma norma social.

Descubra que você é por dentro antes de tudo. Você não precisa atravessar tudo isso sozinha. Busque orientação e apoio.

 

Se tiver uma dúvida específica sobre o mundo trans, aqui é um bom lugar para buscar informação. Me escreva!

 

Um beijo,

Lindsay Lohanne

Não sou apenas uma Boneca, Sou mais que uma Boneca, sou o diferencial entre as que existem!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s